Fandom

Wiki Acampamento Meio-Sangue

Nico di Angelo

309páginas
nesta wikia
Adicione uma página
Falar0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Nico di Angelo
px
'

Gênero:

Masculino

Família

Hades (pai)
Maria di Angelo (mãe) †
Bianca di Angelo (irmã) †
Hazel Levesque (meia-irmã) Relacionamentos:Will Solace

Idade

11-12 (A Maldição do Titã), (A Batalha do Labirinto), (O Último Olimpiano)
13-14 (O Filho de Netuno), (A Marca de Atena), (A Casa de Hades), (O Sangue do Olimpo)
14-15 (O Oráculo Oculto)

Cor dos Cabelos

Preto

Cor dos Olhos

Castanho Escuro, Preto Obsidiana

Lar

Acampamento Meio-Sangue (atualmente)
Acampamento Júpiter (antigamente)
Submundo (antigamente)
Veneza, Itália (local de nascimento)
Washington, D.C (antigamente)
Bar Harbor, Maine (antigamente)

Status

Vivo

Apareceu em:

A Maldição do Titã
A Batalha do Labirinto
O Último Olimpiano
O Herói Perdido (mencionado)
O Filho de Netuno
A Marca de Atena
O Sangue do Olimpo
As Provações de Apolo

Apelido:

Filho de Hades (por Percy Jackson)
O Rei Fantasma (por Minos)
Garoto da Morte (por Will Solace)
Embaixador de Plutão (pelos romanos)

Espécie

Meio-sangue/Semideus

Com grandes poderes... Vem uma grande necessidade de tirar um cochilo.

–Nico di Angelo

 Nico di Angelo é um semideus grego de 14 anos, filho de Hades e Maria di Angelo. Ele também é o irmão mais novo do falecida Bianca di Angelo e o meio-irmão de Hazel Levesque. Ele é conhecido no mundo inferior como o "Rei Fantasma" depois de ter o título de Rei Minos. Ele está atualmente em um relacionamento com Will Solace.

HistóriasEditar

Nico di Angelo nasceu na Itália antes da Segunda Guerra Mundial. assim como sua irmã mais velha, Bianca di Angelo, num periodo durante a Segunda Guerra Mundial (antes dos Três Grandes; Hades, Poseidon e Zeus juraram não terem mais filhos com mortais). Sua mãe morreu quando Zeus atingiu o hotel que estavam hospedados com um raio, a fim de matá-los. Embora Zeus tenha lançado um raio para matar Nico e Bianca. Hades foi o unico que conseguiu manter o juramento, pois Zeus teve Thalia Grace e Jason Grace, embora Thalia Grace seja filha da parte grega e Jason Grace da parte romana, Júpiter, e Poseidon teve Percy Jackson.

Foi dito que o atual Oráculo de Delfos avisou Hades a respeito dos planos de Zeus, porém Hades não conseguiu proteger Maria, no momento apenas protegendo Nico e Bianca - na época crianças - com seus poderes. Após o prédio ter sido transformado em carvão, Hades enfurecido almadiçoa o Oráculo fazendo com que fique preso no corpo da receptora até o fim dos tempos, sendo assim até o Último Olimpiano o Oráculo é uma múmia "hippie" em decomposição no sotão do acampamento meio-sangue.

Após amaldiçoar o Oráculo, Hades chama uma de suas Fúrias (Alecto) para levar Nico e Bianca para o Hotél e Cassino Lótus mantendo-os protegidos uma vez que segundo ele "era um tempo ruim para ser filho de Hades".

Estima-se que Nico e Bianca passaram 70 anos em Lótus, sendo assim levados pela Fúria Alecto para um internato militar, onde inicia A Maldição do Titã.

Percy Jackson e os OlimpianosEditar

A Maldição do TitãEditar

Nico e Bianca são encontrados por Percy, Grover, Annabeth e Thalia, em uma missão para resgatar ambos meio-sangues. Durante a missão, as Caçadoras de Ártemis se juntam aos heróis na luta contra o Manticore - monstro que ameaçava os meio-sangues.

Após a luta - com o Manticore escapando levando Annabeth com ele e Ártemis perseguindo seu rastro - Bianca se torna uma das Caçadoras de Ártemis, deixando Nico com o acampamento. Após voltarem para o Acampamento acompanhados das Caçadoras, chega a notícia de que Ártemis foi sequestrada pelo Exército de Cronos, e um Grupo de Caçadoras (Zöe Doce-Amarga e Bianca di Angelo) e Campistas (Thalia Grace, Grover e Percy) seguem numa missão em busca do para resgatá-la. Antes de ir, Nico faz Percy prometer que irá proteger Bianca para que ela não morra.

Durante quase todo o resto do livro, Nico fica no Chalé de Hermes à espera da volta dos campistas, porém quando Percy volta junto de Grover e Annabeth e lhe dá a notícia de que Bianca morreu a pretexto de salvar os outros, Nico enlouquece e alguns Esqueletos (criaturas antes invocadas pelos Titãs) aparecem. Nico os manda longe e cria "acidentalmente" uma cratera no chão que os engole, correndo assim para a Floresta e sendo visto pela última vez no livro. 

Percy pega no chão uma pequena estátua de Hades do jogo de Mitomagia que Nico gostava - o que Bianca pegou no Ferro-Velho dos Deuses que a fez ser morta - e assim percebe que Nico é filho de Hades.

A Batalha do LabirintoEditar

Nico ainda está furioso com Percy por este não ter protegido sua irmã, e tenta louca e desesperadamente ressucitá-la usando comida como Mc Lanche Feliz e bebida, como Coca-Cola. Ela, em formato de espírito, após muitas tentativas de Nico, aparece, e diz a ele que jamais tentasse-a a invocar novamente, porém, o garoto teimoso estava junto de Percy tentando novamente mas quem foi ressucitado foi o Rei Minos, já que Percy não o alcançou com sua espada.[...]

O Último OlimpianoEditar

Nico desempenha um ótimo papel na batalha contra os titãs ao lado das Caçadoras de Ártemis, Annabeth Chase, Percy Jackson e quase todos os campistas do Acampamento Meio-Sangue (menos o chalé de Ares). Ele ajuda a vencer muitos titãs e até convenceu o pai de ajudar a lutar. Após o final da batalha, enquanto todos recebiam recompensas, Hades estava no trono dos visitantes com Nico a seus pés e recebendo o carinho de seu pai.

Os Heróis do OlimpoEditar

O Filho de NetunoEditar

Nico aparece neste livro quando Percy é levado ao Acampamento Júpiter com memória alterada e Nico diz não conhecê-lo e também se diz ser um filho de Plutão, não Hades, e confunde alguns nomes dos deuses gregos com romanos.

A Marca de AtenaEditar

Durante o livro A Marca de Atena, Nico foi sequestrado pelos gigantes Efialtes e Oto e Percy Jackson e os outros seis semideuses da profecia precisam salva-lo da morte, pois Nico pode ter a informação que derrotará Gaia. Os semideuses saem nessa jornada encontrando grandes obstáculos cujos quais terão que ser vencido sem ajuda dos deuses, pois eles estão misteriosamente confusos. E em paralelo Annabeth tem uma missão dada diretamente pela sua mãe que só ela poderá cumprir, caso ela tenha sucesso essa missão pode acabar de vez com a briga entre os acampamentos.

A Marca de Atena é um livro emocionante e testa o lado humano dos personagens, mostrando que todos tem suas fraquezas e que juntos podem vencer até seus maiores medos.

A Casa de HadesEditar

Quando eles visitam Veneza, Nico conta que fala italiano, pois havia morado na Itália antes de vir para os Estados Unidos fugindo da guerra.

Em um capítulo da Casa de Hades, Nico e Jason visitam o deus Eros, que fala sobre o amor de Nico estar no Tártaro, Jason pensa que o deus está se referindo a Annabeth mas após ser pressionado por Eros, Nico assume ter tido uma "queda" pelo Percy, mas já ter superado isso. Após isso ele começa a ser mais "amigável", dando beijos na testa da irmã, Hazel e se isolando menos do "mundo mortal". Após resgatarem Percy e Annabeth, os tripulantes do Argo II se encontram com Reyna e Nico se oferece para ajudar-lá a levar a Atena Partenos para o Acampamento Meio-Sangue.

O Sangue do Olimpo Editar

Nico é um dos principais personagem neste livro , já que apenas há as visões dele ,de Reyna, Jason ,Leo e Piper, ele mergulha nas sombras com Reyna e o treinador Hedge pra levar a Atena Partenos até o Acampamento meio-sangue, porem Nico está sempre muito fraco e cansado , e começa a perder sua forma física , tornando-se uma sombra , Reyna como é filha da Deusa Belona , constantemente empresta sua força pra Nico , e partilha parte de sua dor, solidão e tristeza. Isso faz com que ela comesse a se aproximar dele. O caçador Òrion que é um gigante e uma matilha de lobos comandada por Lícaon (o primeiro lobisomem) , começaram a persegui-los, e a cada salto Nico ficava mais fraco e dormia mais, quando estavam em Portugal um monge fantasma guiou Nico até uma capela de ossos onde ele falou com seu pai , que lá não estava em conflito com seu lado romano , ele disse que Nico devia tentar ser feliz e que certas mortes não podem ser evitadas . Nico então foi atacado pela matilha de lobos e matou o líder deles, Lícaon e saltou nas sombras. Ele foi então sugado por Hylla irmã de Reyna, rainha das Amazonas, para Porto Rico onde as Caçadoras e Amazonas planejavam atrair Órion e mata-lo. Nico e o treinador ajudaram Reyna a fugir de Órion , então Nico se abriu com Reyna pois percebeu que a menina estava sofrendo por não partilhar um segredo. Reyna contou que matou o pai , pois ele tinha sido possuído por uma Mania ,um espirito, então apareceu o Bryce Lawrence , o descendente do Deus Orco que fora expulso da Legião por suspeitarem ter matado o próprio centurião , ele forã reemitido a Legiao in próbatio por Octavian que na ausência de Reyna , tornara-se Pontifex Maximus. ele então debochou de Nico e disse que levaria Reyna pra Nova Roma pra ela ser executada , Nico estava muito fraco e morreria de desse outro salto, então em surto de ódio , destruiu os Spartoi , exercito de zumbi do deus Orco , e fez Bryce torna-se um espirito sem língua nem memória, e seu corpo afundou na terra. Nico desmaiou e só não virou sombra porque treinador Hedge o cobriu com uma lama curativa. Depois disso O Pegáso e outros de seus filhos deram carona pra eles levarem a estátua para o acampamento, lá ele encontra Dakota e Leila, e juntos voltam para o Acampamento da Legião na base da colina do Acampamento Meio-Sangue , ele então salta nas sombras e encontra Will Solace, chefe do chalé de Apolo com um filho de Hermes Cecil e uma filha de Hecáte tentando sabotar os onágros (catapulsas que atiram bolas de fogo com estilhaços de ouro imperial ) . E então Reyna chegou com a Atenas Partenos, mas gaia despertou e os monstros trazidos por Octavian atacaram , os gregos e romanos se uniram na batalha, Nico e Will tentaram impedir Octavian de atacar Argo II na forma de dragão sendo montado por Leo , porque além de mata-lo mataria Piper e Jason que estavam voando lutando contra Gaia, mas quando Nico percebeu que a capa de Octavian estava pressa a munição do onagro fingiu que ele estava fazendo a coisa certa e impediu Will de avisa-lo , assim Octaviam se matou ao disparar a onagro. Com o fim da batalha ele disse ter sentido que Leo morreu, consolou Hazel e decidiu ficar no acampamento, Jason ficou super feliz com até o chamando pra fazerem as refeições na mesma mesa, formarem um time na disputa da bandeira, Nico confessa para Percy que era apaixonado por ele, mas que já tinha superado isso e deseja que Percy e Annabeth sejam muito felizes.

As Provações de Apolo

Nico aparece no ínicio, quando Apolo entra no acampamento, confunde seu nome com Nicholas. Nico também ajuda na corrida de Harley, cuidando dos feridos após a corrida. Ele também ajuda na batalha contra o Colosso, em que ele e Will viajam nas sombras.

Habilidades e Ferramentas Editar

Gerais Editar

  • TDAH: Como a maioria dos semideuses, Nico possui inatos reflexos e sentidos de batalha sobrenaturais que ele usa para analisar o estilo de luta de seus oponentes.
  • Dislexia: O cérebro de Nico é "programado" para o Grego Antigo, ao invés de línguas modernas.
  • Habilidades de Luta: Inicialmente, Nico mostra mais habilidade com seus poderes do que suas habilidades de luta. No entanto, isso pode ter sido devido à sua falta de treinamento de combate formal no acampamento. Em Os Diários do Semideus, ele mostrou habilidades de combate decentes quando conseguiu acompanhar Percy e Thalia quando eles lutaram contra um grupo de Keres. Não só Nico saiu ileso da batalha, mas ele facilmente derrotou o Keres com o qual ele lutou. Mais tarde, ele ainda lutou contra o Titã Jápeto ao lado de Percy e Thalia (mas ele foi rapidamente incapacitado). Em O Último Olimpiano, Nico luta na Batalha de Manhattan, e emerge ileso, implicando excelentes habilidades de luta, que impressionam até mesmo os semideuses de Ares. Em O Filho de Netuno, Hazel menciona ser impressionada pela primeira vez que o viu lutar, sugerindo que ele aprimorou suas habilidades entre as duas séries, possivelmente durante suas estadias no Acampamento Meio-Sangue ou no Acampamento Júpiter. Nico era mesmo capaz de lutar contra o exército de Gaia no Tártaro em si, embora tenha sido finalmente esmagado por seus números. Na Casa do Hades, Nico luta contra o exército com apenas uma mão, e depois emerge ileso após o fim da batalha, implicando excelente esgrima. Durante essa batalha, Nico sozinho submergiu um grupo inteiro de poderosos Nascidos da Terra, cortando-os em montes de barro molhado com sua espada. Em O Sangue do Olimpo, embora um tanto enfraquecido de tantas viagens na sombra, Nico ainda é capaz de sozinho rapidamente superar 6 legionários romanos (enquanto protege Will Solace), e deve ser notado que Nico não estava mesmo lutando para matar, apenas para nocauteá-los. Ele faz mais tarde o trabalho curto da guarda de elite de Octavian (6 cynocephali enormes de cabeça de cachorro). Na batalha final com as tropas de Gaia no Acampamento Meio-Sangue, Nico luta nas linhas de frente, conseguindo derrotar vários outros monstros antes de ser forçado a sair (para confrontar Octavian em um dos onagros).
  • Mitomagia: O conhecimento de Nico do jogo é soberbo, como ele tinha o raro deck de expansão Africanus Extreme, e lembra cada figura, bem como o número de movimentos de ataque e defesa de cada um. Assim, ele foi capaz de identificar Dionísio, um Manticore e até mesmo um Catóblepa.
  • Grego antigo: Na batalha do labirinto, Nico demonstra sua habilidade de chamar os mortos no grego clássico.
  • Italiano: Na casa de Hades, Nico mostra que ele pode falar italiano fluente, como ele é italiano por nascimento. Além disso, como mostra o Sangue do Olimpo, o conhecimento de Nico do italiano o ajuda a compreender algumas outras línguas românicas, como o espanhol e o português (sendo, portanto, um dos poucos a entender Paolo Montes).
  • Força de vontade: Nico, aparentemente, tem tremenda, aparentemente indomável força de vontade, já que ele foi capaz de sobreviver no Tártaro por conta própria, enquanto vê o lugar em todo o seu horror inefável durante todo o tempo que ele passou lá. Percy, que achou até mesmo em alguns momentos achou que fosse enlouquecer, perguntou-se como Nico tinha conseguido sobreviver com sua sanidade.
  • Resistência: Nico foi capaz de suportar imensas quantias de dor física e mental (notavelmente cicatrizes infligidas por Licaón que "queimam como ácido"), muito para o espanto e respeito de Reyna.

Como Semideus Editar

Como filho do Hades, Nico é um semideus extremamente poderoso. Ele é consideravelmente mais treinado em usar seus poderes do que a maioria das crianças dos Três Grandes, como Thalia e Percy, devido ao seu tempo passado no Submundo e ele afirma que treina com os mortos. Em O Filho de Netuno, Hazel afirmou que Nico era o semideus mais poderoso que já tinha visto (até o ponto em que comparou seu poder com o de uma bomba nuclear), uma impressionante admiração, já que conhecia Jason Grace e dezenas de outros semideuses (Embora encontrar Percy a fez questionar este julgamento). Em O sangue do Olimpo, Reyna menciona que depois de ser curado de seus ferimentos por Hedge e ter descansado por vários dias, Nico torna-se significativamente mais poderoso do que nunca. Hazel afirmou uma vez que ela e Nico controlam cada um dos aspectos dos poderes de Hades/Plutão: morte (para Nico) e riquezas (para Hazel).

  • Geocinese: Nico pode controlar a terra - levitando rochas e tornando-as mortais, negras e extremamente afiadas. Nico pode abrir fissuras na terra que podem engolir criaturas e prendê-las no mundo inferior. Ele pode causar tremores de terra tão poderosos que podem quebrar os pilares de uma fortaleza de montanha. Ele também pode controlar as paredes negras do Submundo. Suas habilidades geocinéticas só são superadas por sua meia-irmã, Hazel Levesque e seu pai, Hades.
  • Necromancia: como um filho de Hades Nico tem autoridade divina e controle sobre os mortos, bem como muitos monstros nativos do reino de Hades, como as Fúrias.
    • Poder Sobre os Mortos-Vivos: Nico pode reanimar esqueletos, convocar Guerreiros Esqueletos, colocá-los para dormir e destruí-los. Na Batalha do Labirinto, Nico foi capaz de banir permanentemente Minos para o mundo inferior. Em O Último Olimpiano, ele foi capaz de convocar um grande exército de soldados mortos-vivos sozinho. Não se sabe o quanto seu poder aumentou desde então. Esta é uma habilidade extremamente poderosa, pois literalmente permite que ele tenha um exército quando quiser. No entanto, convocar muitos guerreiros mortos-vivos ao mesmo tempo pode causar-lhe cansaço. Como mostrado em O Sangue do Olimpo, quando ele está irritado o suficiente, Nico pode destruir até guerreiros mortos-vivos que não estão sob seu controle, o que ele faz com as tropas zumbis de Bryce Lawrence. Sempre que ele precisa de um motorista pessoal, Nico convoca Jules-Albert, um zombie francês leal.
    • Convocação de Almas Finadas: como mostra A Batalha do Labirinto, Nico pode convocar almas dos mortos cavando um poço, enchendo-o de comida (embora o sangue animal também possa ser usado) e cantando em grego antigo.
    • Liberação de Almas: como mostrado em A Batalha do Labirinto, Nico pode liberar as almas de pessoas que deveriam ter morrido, mas de alguma forma conseguiram enganar a morte, como Dédalo.
    • Telepatia com os Mortos: Na Casa de Hades, Nico adverte os Lemures de Veneza (espíritos irritados) para que fiquem longe dele, Hazel e Frank, dando uma vibração de aviso.
    • Sensibilidade à Morte: Nico pode sentir a morte como acontece ou quando ela está chegando; Quando uma pessoa perto dele morre, ela vem como um zumbido nos ouvidos. Além disso, ele tem um profundo conhecimento do mundo inferior e sabe quando a vida de uma pessoa está sendo julgada. Nico também pode sentir quando um imortal está desaparecendo, como no caso de Pan em A Batalha do Labirinto.
    • Aura da Vida: Nico pode sentir a aura de vida de alguém (ele sentiu quando a aura da vida de Rachel Elizabeth Dare cintilar em O Último Olimpiano, e ele disse a ela, "Eu podia ver você morrendo."), E quando Apolo se tornou mortal em O Oráculo Oculto, Nico Sentia uma aura de morte ao seu redor - "uma espessa possibilidade de morte".
    • Poder sobre Fantasmas: como o rei dos fantasma, Nico pode fisicamente manipular fantasmas, como prendê-los à mão ou forçá-los a ficar em silêncio com um gesto.
    • Transformação Fantasma: Como visto em O Sangue do Olimpo, Nico pode matar mortais, semideuses e legados transformando-os em fantasmas, e forçando-os para o mundo inferior para a eternidade. Nico só fez isso com Bryce Lawrence.
  • Osteocinese: Como visto em O Sangue do Olimpo, Nico é capaz de invocar e controlar telecinéticamente os ossos. Antes de sua luta com Licaón em Évora, ele só podia convocar alguns ossos e crânios. Mas durante seu encontro com o rei lobo ele foi capaz de convocar centenas de ossos, o suficiente para prender Licaón e seus lobos por alguns minutos.
  • Transe de Morte: Em A Marca de Atena, quando ele é selado na Jarra de Bronze, Nico mostra que ele pode entrar em uma hibernação chamada Transe de Morte usando as sementes de Perséfone, que só podem ser comidas por um filho de Hades. O Transe de Morte o induz a morrer essencialmente por um dia, o que significa que ele não consome oxigênio e não precisa de nenhum tipo de alimento (além das sementes).
  • Umbracinese: Nico tem controle sobre as sombras para vários usos, como solidificá-las para ataques e se esconder nelas.
    • Viagem pelas Sombras: Nico pode usar sombras como meio de transporte. No entanto, grandes distâncias tendem a cansá-lo. A primeira vez que ele viajou, ele desmaiou por uma semana. Ele disse que enquanto aprendia a usá-lo, ele encontrou bloqueios e fez viagens acidentais à China. Ele parece ter conseguido um melhor controle sobre ele, porque em A Casa de Hades, ele sugeriu que poderia usar viagens pelas sombras para enviar o Argo II através de uma cordilheira, mas estava muito fraco por causa de seu tempo no Tártaro. Quando ele recupera sua força no final de A Casa de Hades, ele decide transportar a Atena Partenos através do oceano, viajando à sombra cerca de trezentos quilômetros de cada vez. No entanto, como revelado em O Sangue do Olimpo, o esforço excessivo da viagem da sombra pode causar a estrutura molecular do usuário começar a desmoronar, gradualmente transformando-os em sombras e perder-se. Devido a Nico se forçar demais para trazer a Atena Partenos para O Acampamento Meio-Sangue, ele começou a se perder, chegando a entrar num "coma de sombra".
    • Absorção de Sombra e Dissipação: como mostrado durante sua luta com Clítio em A Casa do Hades, Nico também pode dissipar e absorver sombras com sua espada, já que ele manteve a aura escura do Gigante afetando seus amigos.
  • Criocinese (limitado): como visto em O Sangue do Olimpo, quando Nico está enfurecido, ele gera uma aura de frio intenso, fazendo com que a temperatura em torno dele esfrie até congelar, com o chão em torno dele tornando-se branco como a geada.
  • Hipnocinese: como visto em O Sangue do Olimpo, Nico pode navegar através da "zona dos sonhos" dos sonhos melhor do que a maioria dos outros semideuses (e é apenas um pouco superado por filhos semideuses de Hipnos, como Clovis), uma vez que ele afirma que sonhos e morte são "velhos amigos dele." Daí, Nico tem um grau mais elevado no controle sobre seus sonhos, a capacidade de projeção astral de sua consciência, encontrar e entrar nos sonhos de outros semideuses. Reyna observa que Nico pode ter um sono extremamente pesado, às vezes, até o ponto em que ele não acorda nem se o treinador Hedge fizer uma dança de cabra em torno da cabeça do garoto. Mais tarde no livro, Nico coloca vários semideuses para dormir enviando sonhos profundos à sua maneira.
  • Induzir Medo: Nico irradia medo intenso e morte como seu pai, Hades, mas em um grau muito menor. Em O Último Olimpiano, essa aura era tão forte que os monstros de Cronos inicialmente se afastaram dele. Em A Casa do Hades, ele mostra irradiar a morte pelo nervosismo, como quando Cupido o intimida, "a relva ficou marrom e murcha" aos seus pés, como se "o veneno estivesse escorrendo da sola de seus sapatos". Mesmo enquanto ele ainda estava emaciado e enfraquecido do Tártaro, até um semideus tão corajoso como Jason Grace admitiu ter medo de Nico, possivelmente devido a essa temível aura em parte.

Itens Mágicos Editar

  • Espada de Ferro Estígio: Tem 1 metro de comprimento, e em O Último Olimpiano é descrita como sendo "negra como um pesadelo". Ajuda Nico a canalizar seu poder para controlar e convocar os mortos, e também pode drenar as almas para dar à espada mais poder. Apenas Hades, seus filhos e Clítio podem usar ferro estígio para suas armas.
  • Ele é visto vestindo armadura preta no último olímpico com uma viseira em forma de caveira.
  • Um anel de caveira é mostrado em A Batalha do Labirinto, O Último Olimpiano e O Filho de Netuno. Girá-lo faz com que os mortos mais próximos fiquem inquietos. Ele geralmente usa para aliviar a tensão.
  • Estatuetas e cartões de Mitomagia. Ele os joga no fogo com raiva durante A Batalha do Labirinto.
  • Na Batalha do Labirinto, ele tinha um par de asas de Dédalo, mas depois que ele as usou, ele as jogou fora em uma lata de lixo.
  • Uma rosa para transporte que ele não usou, dada a ele por Perséfone, em A Espada de Hades.
  • Sementes de Romã - sementes mágicas do Submundo. Se ele os coloca em sua língua, ele pode entrar em uma morte como transe que lhe permite usar menos ar e energia, no caso de ser capturado. Isso lhe permite entrar no que é chamado de "Transe de Morte", que ele usa para se sustentar durante A Marca de Atena.
  • Cetro de Diocleciano: Nico obteve o cetro depois de confessar seus sentimentos por Percy. O cetro lhe permite convocar legionários zumbis em sua ajuda - ele não pode controlá-los no entanto, como ele não é um semideus romano ou um oficial romano. Ele convocou zumbis no Necromanteion e em Pompéia para afastar as forças de Gaia. Ele explodiu depois que ele convocou zumbis para lutar contra as almas de Pompéia.

Relacionamentos Editar

Interesses Amorosos Editar

Percy Editar

PercyCrush.png

Percy, seu amigo e interesse amoroso anterior.

O jovem Nico tinha a capacidade de irritar Percy com bastante facilidade, como visto em A Maldição do Titã quando perguntou a Percy várias perguntas sobre seu relacionamento com Annabeth. Nico desenvolveu uma paixão secreta mas muito forte em Percy, como se ele fosse "o jogo favorito de Nico, Mitomagia, trazido à vida." Perto do final do livro, porém, Nico começa a culpar Percy pela morte de sua irmã, tornando-o muito mais cínico, mas ainda não deixa os guerreiros esqueleto prejudicá-lo, e "deixa o Acampamento Meio-Sangue por causa do amor". Nico afirma mais tarde que perceber sua paixão o atormentaria com ódio e ressentimento por Percy. Percy, fiel ao personagem, sente-se parcialmente culpado e responsável por Nico sair.

Em A Batalha do Labirinto, Percy recebe Mensagens de Íris de Bianca sobre Nico. Os dois se encontram no rancho de Geríon, onde Percy faz uma aposta com o monstro. Nico está incluído, o que o irrita, fazendo o garoto gritar que ele não quer qualquer favores de Percy. Depois que Percy derrota Geríon, ele e Nico conversam com Bianca, que diz a Nico para parar de guardar um rancor contra Percy sendo que ele tem raiva dela. No final do livro, Nico perdoou Percy. No último capítulo, ele aparece e informa Percy de um plano que ele tem.

Em O Último Olimpiano, Nico conduz Percy ao palácio de seu pai, a fim de obter informações sobre sua mãe, sem saber que Hades planeja trancar Percy. Percy se sente traído, mesmo quando Nico eventualmente tenta ajudá-lo. Depois que Percy se banha no Estigue, ele diz a Nico para ficar e convencer Hades a se juntar aos olimpianos na batalha. Nico parece triste, afirmando que Percy não pode mais confiar nele. Os dois se juntam à batalha na batalha final e Percy perdoa Nico. Mais tarde, revelou-se que quando Nico planejou fazer Percy banhar-se no Rio Estigue, ele tinha esperança de que isso iria fazer Percy se apaixonar por ele.

Depois que Percy perdeu sua memória em O Filho de Netuno, Nico finge não conhecê-lo, e é revelado mais tarde em A Marca de Atena que Hades lhe havia dito que o tempo não era certo para Percy saber. Uma vez Percy recupera sua memória, ele sente o desejo de estrangular Nico por não lhe dizer.

Em A Marca de Atena, na narração de Percy, é mencionado que Percy queria estrangular Nico sobre o que ele fez, mas não, devido a como Nico é depois de ser sequestrado. Nico afirma (após a queda de Annabeth e Percy) que Percy é o semideus mais poderoso que ele conhece. Durante o sequestro de Nico, Percy não desiste de encontrá-lo, mostrando que ele se importa muito com ele. Depois que Nico é resgatado, Percy pode dizer que Nico pode ou não ter visto algo no Tártaro que o quebrou permanentemente, o que mostra que eles se conhecem bem, apesar de suas situações anteriores.

Em A Casa de Hades, os verdadeiros sentimentos de Nico em relação a Percy são finalmente revelados quando ele é forçado a admitir que seus sentimentos por Percy vão além de amizade, como ele estava apaixonado por Percy. Jason está com ele no momento e mantém o segredo para ele. Percy não sabe nada desses sentimentos e não os retorna, embora ele cuide dele como um irmão e enquanto no Tártaro percebe Nico é outro amigo que ele não tem tratado muito bem. Em algum momento, Nico tinha visitado Jápeto no mundo inferior, e disse-lhe que Percy era um amigo. É mais do que provável que Nico assistido Percy várias vezes no passado devido à paixão que ele tinha sobre ele.

Embora Nico afirma em A Casa de Hades que ele desistiu de Percy, existem várias partes no livro que implicam o contrário. Favônio chama Percy, embora não por nome, "aquele que Nico cuida mais", e Hazel percebe que Nico tem um olhar doloroso em seus olhos ao ver Percy e Annabeth segurarem as mãos. No entanto, porque ela não sabe da paixão de Nico em Percy, Hazel acredita que a dor é de Nico ter passado por Tártaro sozinho.

Quando Nico e Hazel viajam pelas sombras com o grupo do Necromanteion, Nico percebeu que ele estava segurando a mão de Percy depois que todos os outros deixaram ir, e rapidamente solta. Mais tarde, quando Nico vai se transportar, Reyna, e a Atena Partenos, Percy vem agradecer por manter sua promessa e tentar consertar sua amizade esfarrapada, Nico, com medo de seus sentimentos, pede a Percy para dar-lhe espaço e deixá-lo sozinho, muito para a confusão e mágoa de Percy.

Em O Sangue do Olimpo, Nico vê Percy e Annabeth juntos, rindo. Ele se aproxima do casal e diz a Percy que ele antes tinha uma queda por ele, mas que havia superado. Ele afirma que está feliz pelos dois e Percy parece estar procurando por suas palavras. Ele continua e anuncia, que eles estão bem. Ele diz que Percy é bonito, mas não é seu tipo. Uma vez que o confronto terminou, Nico recebeu um high-five de Annabeth.

Will Solace Editar

WillBoyfriend.jpg

Will, seu atual namorado.

Em O sangue do Olimpo, é sugerido que Nico desenvolveu uma atração em Will Solace, depois que eles lutaram ao lado uns dos outros. Os dois argumentam, mas Will é capaz de suportar o temperamento de Nico, e até mesmo mandar nele um pouco. Nico desenvolve uma admiração por Will, que ele não tinha pensado muito de antes. Em um ponto, Nico recorda sua primeira chegada ao acampamento no carro do sol de Apolo, e como Thalia pensou que o pai divino de Will era quente. Apesar de Nico não ter compreendido por que se lembrou isso, é mais provável que isso indique seus sentimentos por Will nascendo, uma vez que Will é filho de Apolo e compartilha características físicas com ele. No rescaldo da batalha, Nico evitou Will, acreditando que estava enojado com ele por permitir que Octavian se matasse, mostrando que se importava muito com a opinião de Will sobre ele. Para sua surpresa, Will está mais chateado que Nico não se ofereceu para ajudá-lo, ou mais importante, passar tempo com ele depois que estava tudo acabado. Will ordenou a Nico para ficar com ele na enfermaria por três dias, e Nico "sentiu como se uma centena de borboletas esqueléticas estivessem ressuscitando em seu estômago". Will também parece retribuir esses sentimentos, ou pelo menos, está disposto a ser amigos mais próximos com o filho de Hades.

Em O Oráculo Oculto, revela-se que logo após a derrota de Gaia, Nico finalmente sai e confessa a Will Solace sobre ter uma forte queda no último, e os dois começam a namorar, com Will em um ponto afetivamente referindo-se a Nico como seu namorado. O pai de Will, o ex-deus Apolo, apoia completamente seu relacionamento, devido a ele ter tido vários namorados mortais. Eles continuam brincando uns com os outros, e geralmente são vistos sentados próximos, de mãos dadas. Na verdade, Apolo afirma que Nico e Will são tão bonitos juntos como um casal, que ele se sentiu desolado, lembrando-se de suas memórias do tempo que ele tinha gasto com seu namorado mortal Jacinto, um dos Apolo dois amantes favoritos de todos os tempos Outro sendo Dafne). Nico por sua parte, está sempre pronto para ajudar e apoiar Will, como quando ele incansavelmente ajudou seu namorado a ajudar os feridos campistas (nomeadamente Paolo Montes e Valentina Diaz). Nico também mostrou algum ciúme quando ele pegou Will olhando para Paolo, mas Will disse que não era nada e que ele estava simplesmente admirando o quão bem seus braços estavam funcionando após a cirurgia.

Família Editar

Hazel Levesque Editar

HazelSister.png

Hazel, sua meio-irmã.

Em O Filho de Netuno, Nico é muito atencioso com Hazel Levesque, sua meia-irmã, e tenta ajudá-la tanto quanto ele pode. Nico ocasionalmente a confunde com Bianca, que muitas vezes lembra a Hazel que ela não é a que ele estava procurando quando ele entrou nos Campos de Asfódelo. Apesar disso, os dois se preocupam profundamente um pelo outro, e se referem uns aos outros como "irmão" e "irmã". Nico é uma das poucas pessoas que sabem sobre o passado de Hazel e foi quem a ajudou durante seus apagões, o que mostra que ele ama sua família, até mesmo seus meio-irmãos.

Os dois representam a forma grega e romana de Hades e Plutão, respectivamente, como na Grécia, Hades era conhecido pela morte e em Roma, Plutão era conhecido por sua riqueza. Hazel observa que antes de conhecer Percy, Nico era o semideus mais forte que conhecera, embora os romanos pensassem que ele era inofensivo. Perto do final do livro, Gaia informa Hazel que ela tomou Nico e que ele não deveria ter ido à procura das Portas da Morte.

Em A Marca de Atena, quando Jason e Leo expressam dúvidas sobre a lealdade de Nico, ela fica incrivelmente furiosa. Ela também estava determinada a ir a Roma para salvar Nico apesar de saber que poderia ser uma armadilha. Depois que Nico é salvo e ela vê o seu estado quebrado, Hazel tenta o seu melhor para confortá-lo.

Em A Casa de Hades, quando Hazel está morrendo de veneno, Nico chega ao ponto de ameaçar um deus menor para curá-la, o que resulta em ele ser transformado em uma planta. Mais tarde, ele beija Hazel na bochecha como se dizendo adeus, para a surpresa de Piper. Depois de resgatar Hazel de um gigante nas Portas da Morte, Nico se aproxima e beija a testa e afirma que Hazel "teria deixado o pai orgulhoso", este elogio sentimental pode ter lembrado Nico de sua irmã Bianca, que Hades inicialmente havia considerado melhor do que ele de toda forma. Hazel coloca a mão em volta do rosto e sorri para ele, mostrando que eles têm um relacionamento muito próximo. Ela se acha muito sortuda por ter um irmão como Nico. Mesmo assim, ela não sabe nada sobre o amor de Nico por Percy. Em O Sangue do Olimpo, quando Hades revela a Nico que um dos Sete está destinado a morrer, a principal preocupação de Nico é com Hazel. No final do livro, antes de Hazel e Frank partem para o Acampamento Júpiter, Nico promete visitá-los com freqüência.

Bianca di Angelo Editar

Bianca.jpg

Bianca, sua finada irmã.

Nico e Bianca compartilhavam uma relação muito estreita. Como sua mãe morreu quando eles eram jovens, Bianca assume um papel quase maternal, assumindo a responsabilidade que um pai normalmente suportaria, mostrado quando Nico afirmou que Bianca é rigorosa nos filmes que ela deixa assistir antes de assistir ao filme de orientação. Esta é uma das razões pelas quais Bianca se juntou às Caçadoras de Ártemis. Em A Maldição do Titã, Bianca diz a Percy que ela queria saber como seria "não ser uma irmã mais velha por um dia". Nico sentiu traído quando isso aconteceu e conseguiu convencer Percy para segui-la e mantê-la segura para ele. Quando Percy não conseguiu fazê-lo, Nico ficou irritado e afirmou que podia sentir sua alma sendo julgada, fazendo Percy perceber que ele era filho de Hades.

Em A Batalha do Labirinto, Nico está tentando trazer Bianca de volta à vida através da troca de uma alma para outra alma. Em busca desta alma, Nico encontra Percy no rancho de Geríon. Percy diz a ele que Bianca está enviando mensagens de íris, o que irrita Nico, como ela se recusa a vê-lo. Mais tarde, Bianca aparece e diz a Nico para parar de guardar rancor contra Percy pois Nico está com raiva dela, não de Percy. Mais tarde no livro, Nico é visto conversando com Bianca novamente.

Ela aparece uma vez em O Último Olimpiano, tentando dissuadir Nico de convocar sua mãe. Seu aviso não é ouvido.

Em O Filho de Netuno, é mencionado que Nico vai à procura de Bianca quando Tânatos é sequestrado, mas descobre que ela escolheu renascer. Em vez disso, ele encontra Hazel e a traz de volta à vida.

Em A Casa de Hades, quando Jason discute sua revelação a Cupido, Nico diz furiosamente que Bianca foi a única que o aceitou, mas a frase não especifica o que ela aceitou - seu destino como filho de Hades ou sua homossexualidade.

Maria Di Angelo Editar

Nico não tem lembranças de sua mãe, razão pela qual ele está tão ansioso para descobrir mais informações de Hades, que usa isso a seu favor às vezes. Ele tenta chamá-la, apesar de Bianca lhe advertir que não deveria.

Numa tentativa de convocar sua mãe, lhe é apresentada uma memória que discute os termos do acordo após a Segunda Guerra Mundial e como Hades o desafiou. Nico olha enquanto Hades e Maria discutem como Hades pode deixá-la segura, embora sua oferta de construí-la um palácio seja recusada. Ele então vê Zeus destruir um hotel em uma tentativa de se livrar dele e Bianca, mas matando sua mãe ao invés deles.

Hades Editar

HadesDad.png

Hades, seu pai.

Nico e seu pai compartilham um relacionamento complicado. Ambos são extremamente semelhantes, especialmente na sua capacidade de guardar rancor. Ambos também são um tanto cínicos. No entanto, Nico parece ter um laço mais forte com seus amigos, enquanto Hades parece ter uma visão muito mais escura de seus irmãos. Nico também é uma pessoa mais genuína do que seu pai - Hades pode ser esperto, como visto de como ele usou Nico para tentar capturar Percy.

Hades ocasionalmente observa que teria sido melhor se Bianca sobrevivesse, muito para o desânimo de Nico, embora no fundo, ele se preocupe muito com seu filho, quando seu olhar se suavizou "de aço em pedra" quando o viu. Ele também quer se redimir aos olhos dos olimpianos através de Nico, acreditando que seu filho seja o semideus da Primeira Grande Profecia. Nico também parece querer agradar seu pai, e irradia felicidade quando ganha o respeito de Hades após a derrota de Cronos. Ao mesmo tempo, Nico não tem medo de desafiar seu pai para fazer o que Nico acredita estar certo.

Depois da Batalha de Manhattan, Hades começa a confiar muito mais em Nico, ao ponto de passar-lhe mais informações, e até mesmo lhe fala sobre o Acampamento Júpiter e os semideuses romanos, confiando que Nico não irá compartilhar esse conhecimento com ninguém até que o tempo o permita. Hades poderia ter previsto que Nico estava destinado a encontrar as Portas da Morte e levar os Sete Heróis do Olimpo lá.

Em O Sangue do Olimpo, Hades e Nico falam em Évora. Hades diz a Nico que "algumas mortes não podem ser evitadas" o que aludiu à morte de Octavian. Hades também elogia Nico por suas realizações passadas, deixando-o saber que ele está orgulhoso de seu filho, e que ele quer que o filho seja feliz. Sua relação parece ter melhorado, já que o tom de Hades é descrito como "quase gentil" enquanto ele está lidando para com seu filho, enquanto Nico (que geralmente não gosta de ser tocado), se sente tranquilizado quando seu pai brevemente toca seus ombros. Mais tarde, revelou-se que Hades deu a Nico um chofer zumbi como um presente de aniversário uma vez, uma vez que ele estava tentando ser mais parecido com os pais mortais normais, que normalmente levam seus filhos para lugares.

Perséfone Editar

PersefoneStep.jpg

Perséfone, sua madrasta.

Nico e sua madrasta Perséfone não gostam um do outro, como ele é um lembrete do caso de Hades com Maria di Angelo, do qual Perséfone tem ciúmes. Esta mesma aversão aparece entre Percy e Anfitrite, assim como Thalia e Hera. Perséfone parece levá-la a outro nível, transformando Nico em um dente de leão como afirmado por ele em Os Arquivos do Semideus quando Percy, Thalia, e ele acabaram no Mundo Inferior juntos.

Em A Marca de Atena, é revelado que Nico carrega cerca de algumas sementes de romã do jardim de Perséfone em caso de uma emergência, e assim as usa quando ele está preso pelos gigantes gêmeos. Não se sabe como Perséfone se sente sobre Nico usar um item de seu jardim pessoal, ou se ela está ciente de todo.

Amigos Editar

Mesmo sendo um garoto fechado, Nico fez amizades no decorrer dos livros. Em O Sangue do Olimpo, quando Hades revela a Nico que um dos Sete está destinado a morrer, a idéia de qualquer um deles morrer o fez sentir vazio - como se estivesse de volta no jarro escuro de bronze dos gigantes.

Annabeth Chase Editar

Enquanto sua amizade não é mencionada extensivamente, Nico respeita Annabeth e às vezes ele a ouve mais do que Percy, possivelmente para irritá-lo. No entanto, em A Batalha do Labirinto, sua visão dela melhorou até o ponto de amizade, como ele escolheu para salvar não só Percy, mas Annabeth também quando ele se chamou de o Rei Fantasma.

Em A Marca de Atena, revela-se que Annabeth sempre teve sentimentos mistos sobre Nico di Angelo, e suspeita que ele tinha uma queda por ela. No entanto, a própria Annabeth não tem sentimentos por ele além de amizade, já que ele é muito jovem, muito temperamental, e tem uma certa escuridão nele que torna Annabeth desconfortável. Além disso, ela sempre achou difícil "ler" Nico e suas ações. No entanto, Annabeth ainda admite sentir-se responsável por ele, e pode se relacionar com sentimento com a situação de Nico após a morte de Bianca - um órfão sem-teto, deriva através do mundo sozinho.

Em A Casa de Hades, finalmente é revelado que Nico tinha inveja de Annabeth, não paixão por ela, devido à sua relação com Percy (seu interesse amoroso real), razão pela qual Nico inicialmente não queria estar perto dela . Depois de ver Annabeth e Percy de mãos dadas, Nico parece dolorido, mostrando que sua paixão secreta por Percy ainda não foi completamente esquecida.

Em O Sangue do Olimpo, revela-se que depois de seu retorno do Tártaro, Annabeth parou para agradecer a Nico por ser gentil com Jápeto (mesmo antes de Percy fazer isso), e dizendo ao Titã que vale a pena salva Percy. Apesar de Nico ainda ter ciúmes e inveja de Annabeth, e querer odiá-la, ele não pode se forçar a isso, já que a gratidão de Annabeth foi genuína e sincera, e ela nunca esqueceu ou evitou Nico como a maioria das pessoas. Por isso, Nico admite a si mesmo que teria sido muito mais fácil para ele se ela fosse uma pessoa horrível. No final do livro, Nico finalmente encontra a coragem de contar a Percy e Annabeth sobre sua antiga paixão por Percy, se assumindo pela primeira vez. A essa altura, no entanto, Nico chegou a perceber que Percy não é seu tipo, e que ele é verdadeiramente feliz por Percy e Annabeth. Apesar de Annabeth estar muito chocada com uma revelação tão inesperada de Nico, ela sorri para o filho de Hades e dá um "toca aqui" nele.

Leo Valdez Editar

Antes de encontrá-lo em A Marca de Atena, Leo expressa suas dúvidas sobre as lealdades de Nico, enfurecendo Hazel. Mais tarde, depois de conhecê-lo, Leo considera Nico assustador, ao contrário de Hazel. Eles ainda não conseguiram se conhecer, mas parecem estar em boas condições até agora, como quando Leo está sobrecarregado com a culpa por não salvar Percy e Annabeth, Nico o conforta e garante que estão vivos.

Em A Casa de Hades, Nico parece irritado com a frustração de Leo em reconstruir constantemente os mastros, dizendo que eles não crescem em árvores. Nico o corrige calmamente apontando que eles são feitos de árvores. Leo é muito intimidado pelo filho do Hades, e nunca se atreve a provocá-lo, ao menos na na cara dele. Nico, sendo muito mais sério, é frequentemente irritado pelo senso de humor de Leo.

Em O Sangue do Olimpo, Nico testemunha o sacrifício de Leo, mas o garoto percebe que a morte de Leo foi estranha. Nico se culpou um pouco pela morte de Leo, por achar que se tivesse impedido Octavian, talvez Valdez ainda estivesse vivo. Ele conversa com Percy, Annabeth, Jason, Piper, Hazel e Frank na Casa Grande, onde Frank e Hazel explicam o plano de Leo em lágrimas.

Em O Oráculo Oculto revela-se que um Leo ressuscitado foi capaz de enviar um rolo de pergaminho com uma mensagem holográfica vários dias após a derrota de Gaia e a sua morte. Enquanto quase todos os campistas são exuberantes e furiosos, Nico é afetado mais profundamente do que a maioria (devido a ele se culpar pela morte de Leo), e, portanto, ele mantém o pergaminho em seu bolso muito depois de outros campistas terminarem de ouvir e re-ouvir e ele recorre a olhar para o pergaminho sempre que ele quer ficar com raiva de Leo. Quando Leo finalmente retorna, Nico é encarregado de fazer com que os outros semideuses se alinhem para dar um soco e cumprimentar o filho de Hefesto, com Nico sendo o último a fazê-lo.

Frank Zhang Editar

Enquanto Nico é meio misterioso e deixa todo mundo nervoso, Frank não se sente da mesma maneira e pode confiar nele por causa de Hazel, já que não duvida das lealdades de Nico em A Marca de Atena, ao contrário de Jason e Leo. Nico, por sua vez, acha Frank divertido, como afirmado em O Filho de Netuno.

Em A Casa de Hades, revela-se que Frank sempre temeu Nico, e não tinha certeza do que mais o assustava: hordas de fantasmas inquietos ou ir a algum lugar sozinho com Nico. No entanto, depois que Hazel é envenenada, Frank está furioso com ele por não ser capaz de evitá-lo. No entanto, quando Triptólemo transforma Nico em um milho, Frank faz o seu melhor para salvá-lo, assim como Hazel, e até mesmo joga Triptólemo em uma parede pára ameaçá-lo, afim de que o deus desfaça a transformação de Nico. Quando chegam ao Necromanteion, Nico e Frank trabalham bem como uma equipe para controlar um exército de guerreiros mortos-vivos e derrotar os servos de Gaia. Depois que eles conseguem, Nico sorri para ele, para surpresa de Frank.

Eles já jogaram Mitomagia antes, embora o conhecimento de Nico sobre o jogo seja superior, como ele tinha o deck de expansão Africanus Extreme. Outra coisa que eles têm em comum é o seu amor por Hazel.

Nico aprova o relacionamento de Frank com Hazel, e promete visitá-los com freqüência no Acampamento Júpiter no final de O Sangue do Olimpo.

Jason Grace Editar

Jason tinha encontrado Nico no Acampamento Júpiter em determinado ponto. Antes de resgatá-lo em A Marca de Atena, Jason expressa suas dúvidas sobre as lealdades de Nico, enfurecendo Hazel.

Em A Casa de Hades, Jason é o único que descobre sobre a paixão de Nico sobre Percy e concorda em mantê-lo em segredo. Seu comportamento em relação a Nico também muda após essa revelação, e ele reconhece a coragem de Nico e depois defende Nico quando Leo o chama de assustador. No entanto, quando Nico fica enfurecido com Jason por dizer-lhe para sair, ele admite ter visto muitos semideuses com raiva, mas "um filho irritado de Hades parecia mais do que ele poderia lidar." No entanto, quando chegam ao Necromanteion, a primeira pessoa a quem Nico dá o cálice é Jason, pedindo-lhe para confiar nele e assumir um risco, o que implica que ele perdoou Jason e está finalmente considerando a correr o risco de sair. Seu relacionamento rochoso corresponde àquele entre Zeus e Hades.

Em O Sangue do Olimpo, depois que Nico finalmente decide ficar no Acampamento Meio-Sangue, Jason está tão animado em ouvir isso, que ele dá ao filho de Hades um abraço de urso, que Nico retorna.

Reyna Avila Ramírez-Arellano Editar

Através de seu relacionamento não-mostrado diretamente em O Filho de Netuno, pode-se concluir que eles estão em bons termos. Obviamente eles interagiram antes, com seu primeiro encontro sendo quando Nico pede que ela aceite sua irmã, Hazel, na legião. De volta ao Acampamento Júpiter, Nico era senador e embaixador de Plutão e, portanto, possivelmente envolvido na vida política do campo junto com ela.

No final de A Casa de Hades, Reyna está disposta a viajar com Nico sob circunstâncias muito perigosas, mostrando que ela não duvida da lealdade do filho de Hades.

Em O Sangue do Olimpo, os dois crescem juntos ao longo do curso de sua jornada. Reyna empresta Nico força para as viagens pelas sombras e como resultado, ela aprende um pouco sobre o seu passado e a tremenda dor interna que ele tem aguentado. Ela está horrorizada com a quantidade de dor interna do garoto, e está determinada a apoiá-lo, começando a pensar nele como um irmão mais novo, além de si mesma. Eventualmente, os dois se abrem um ao outro, com Reyna descrevendo como ela matou seu pai em Porto Rico (algo que ela nunca tinha dito a ninguém até esse ponto), e Nico confessando seus problemas com seu pai, como ele sofreu através Tártaro e o sentimento de não pertencer a qualquer acampamento. Além disso, Reyna é a primeira pessoa para quem Nico fala sobre Jules-Albert, seu motorista zumbi francês.

Reyna mais tarde testemunha-o matar Bryce Lawrence e parece horrorizada com a exibição feroz dos poderes infernais de Nico. Naquele momento, Nico acidentalmente gera um "dilúvio de dor e raiva" em todos os presentes, permitindo que Reyna finalmente experimente suas dificuldades de seu ponto de vista e também veja os maiores medos e segredos de Nico (incluindo sua homossexualidade e sua paixão reprimida por Percy). Muito para a surpresa e alívio de Nico, no entanto, Reyna não o julga, o aceita como um amigo como ele é, sem hesitação, e cuida das feridas de Nico, enquanto ele se recupera de seu encontro com Bryce.

Além disso, Reyna parece temer os poderes de Nico, especialmente depois de saber que ele também possui habilidades hipnocinéticas. Nico, por sua vez, respeita Reyna um pouco, e no final de sua jornada para o Acampamento Meio-Sangue, ele até a chama de "a semideusa mais corajosa que ele já conheceu".

Após a derrota de Gaia, Reyna diz aos dois acampamentos sobre a parte de Nico em salvar os dois, trazendo-lhe para fora das sombras, dando-lhe um grande abraço, e ele devolve-o choroso, enterrando seu rosto no ombro de Reyna. A multidão de semideuses comemora com aprovação em resposta, indicando que, graças a Reyna, tanto o Acampamento Meio-Sangue e o Acampamento Júpiter finalmente aceitam o filho de Hades de verdade. Pouco antes de sair do Acampamento Meio-Sangue, Reyna promete a Nico que ele sempre terá um lugar na Nova Roma, e ele promete visitar muitas vezes.

Piper McLean Editar

Nico e Piper se encontram pela primeira vez em A Marca de Atena, depois que ele é resgatado. Embora nenhuma interação formal tenha sido vista entre eles ainda, Nico é definitivamente grato a Piper por pessoalmente arrastá-lo para a segurança depois que ele cai fora do jarro de bronze. Como seus amigos, Piper é muito intimidada pelo filho de Hades.

Thalia Grace Editar

Não se sabe muito sobre seu relacionamento com Thalia. Em A Espada do Hades, Thalia só parece conhecê-lo como o irmãozinho de Bianca e chama-o assim. Nico não gosta de ser chamado assim, mas parece estar em bons termos com ela, mesmo que geralmente não goste das Caçadoras de Ártemis. Nico e Thalia trabalharam bem juntos como uma equipe quando eles lutaram contra o Titã Jápeto para proteger Percy.

Outros Editar

Rei Minos Editar

Pouco depois que Nico fugiu do Acampamento Meio-Sangue pela primeira vez, ele foi encontrado no Labirinto pelo fantasma do Rei Minos, que pretendia manipular o filho de Hades para matar Dédalo em vingança por sua morte injusta, por mais merecida que fosse. Para ganhar a confiança de Nico, Minos o conduz através do Labirinto, salvou-o várias vezes, e ensinou-lhe como usar seus poderes infernais de semideus. É mais provável que Minos tenha sido aquele que ensinou Nico a viajar pelas sombras. No final, no entanto, Nico percebeu que fora enganado por Minos, e baniu-o de volta para o Mundo Inferior, tirando-o de seu título Rei Fantasma, e tomando-o para si mesmo.

Anos mais tarde, em O Sangue do Olimpo, Nico tem vários flashbacks de Minos em seus sonhos. Também é revelado que a experiência de Nico com Minos fez com que ele percebesse que a maioria dos espectros possuía apenas tanto poder quanto um deles lhes permite. Por isso, o filho do Hades aprendeu a se proteger da influência dos espectros, e pode até virar o jogo, dobrando-os à sua vontade.

Octavian Editar

Como visto em O Filho de Netuno, Octavian, bem como a maioria dos outros no Acampamento Júpiter, pensa de Nico como um estranho e assustador que já está de saída, além de considerar o Embaixador de Plutão tão inofensivo quanto um Fauno. No entanto, Octavian levanta suspeitas sobre Nico quando o garoto parece saber sobre Alcioneu na reunião.

Em O Sangue do Olimpo, Nico despreza o auto-proclamado Pontifex Maximus (até o ponto em que sua garganta "se contrai com ódio" só de pensar em Octavian), e até mesmo considera assassinar pessoalmente Octavian sem nenhum escrúpulo. Nico observa o quanto Octavian é diferente de seu interesse amoroso Will Solace, e descreve o primeiro como uma versão diluída e insalubre de Will, sem nada nele que torne um filho de Apollo especial. Octavian, por outro lado, parece ter finalmente chegado a apreciar Nico como um aliado poderoso, vendo potencial para ele, como ele afirma ver uma quantidade decente de crueldade no filho de Hades, que ele também aprecia muito. Daí, Octavian prontamente tenta influenciar o filho de Hades ao seu lado, argumentando que os gregos nunca tinham realmente feito nada para o primeiro. Octavian afirma que ele pode vencer qualquer oferta que os gregos possam ter dado a Nico, e lhe garante um lugar em Nova Roma em troca de Nico se aliar com ele e permitir que os romanos ganhem. Nico, no entanto, nem sequer considera a oferta, declina de imediato, e prontamente diz a todos os semideuses montados para ouvir o que Reyna tem a dizer, assim como ela chega com a Atena Partenos no reboque. Nico está mais tarde presente quando Octavian pretende disparar a carga de um onagro em Gaia, e vê claramente que isso resultará na morte de Octavian. No entanto, é nesse momento que Nico lembra o que seu pai Hades tinha lhe dito, sobre algumas mortes que não podem e não devem ser evitadas, e Nico precisar agir quando chega a hora. Daí, pela primeira vez, Nico decide confiar na sabedoria de seu pai, e para Will (que o olha com incredulidade) de tentar impedir o plano de Octavian e, subsequentemente, testemunha a terrível morte do áugure, juntamente com a morte de Leo e a destruição de Gaia. apesar de Nico não se entristecer pela morte de Octavian, ele sente-se muito culpado, já que Nico sente que ele optar por não impedir a morte de Octavian custou desnecessariamente a vida de Leo, sendo incapaz de perdoar a si mesmo. Nico também achou que Will pensava nele como um monstro por deixar Octavian morrer, mas está extremamente aliviado ao saber que não é o caso.

Jápeto/Bob Editar

Depois que o Titã perdeu a memória, Nico o visitava no palácio de seu pai. Ele convenceu Bob de que Percy era uma boa pessoa, o que acabaria levando ao Titã ajudando Percy e Annabeth a alcançar as Portas da Morte de dentro do Tártaro.

Caçadoras de Ártemis Editar

Nico não se importa com as imortais donzelas de Ártemis, já que sua irmã morreu pouco depois de se juntar. Ele sente que as meninas que se juntam devem estar mais conscientes do que estão se metendo. Quando ele acordou em San Juan e viu a nota que eles deixaram, ele a rasgou em um ataque de raiva. Apesar de lutar ao lado de Thalia antes, ele ainda tem sentimentos mistos por ela, principalmente porque ela é a tenente de Ártemis, e continuou recrutando depois que Bianca morreu, como se a sua irmã fosse substituível.

Etimologia Editar

  • O nome Nico é a forma diminuta de Nicolò ou Nicola, a forma italiana do Nikolaos grego (Nicholas), que significa "vitória do povo". É mais provável a intenção de evocar o prefixo necro-, significando mortos.
  • Nico também é uma forma de Nike, deusa da vitória.
  • Seu sobrenome, "di Angelo", significa "o anjo", em italiano.
  • O significado completo de seu nome é "o Anjo dos Mortos".

Curiosidades Editar

  • A frase "Com grandes poderes... vem uma grande necessidade de tirar um cochilo", é uma óbvia referência a uma das linhas mais famosas do Homem-Aranha: "Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades", embora um pouco alterada para efeito cômico e para indicar que os poderes de Nico o cansam muito, levando-o a tirar cochilos de vez em quando para recuperar sua força, como ele fez naquele momento em O Último Olimpiano.
  • A descrição física de Nico (pele morena clara, cabelos escuros, olhos castanhos, roupas pretas e uma aura de morte) também se encaixa na descrição de Rick Riordan de Anubis, o deus egípcio dos funerais, na trilogia As Crônicas dos Kane.
  • Nico foi a um cemitério de Nova Orleans, embora não se saiba por que ele foi. Curiosamente, este é um dos lugares favoritos de outro deus da morte (Anubis, o deus egípcio dos funerais). Era também o lugar onde sua meia-irmã Hazel Levesque vivia pouco antes de sua morte.
  • A primeira vez que Nico conheceu o Sr. D, ele o chamou de "O cara do vinho", o que irritou o deus, mas Dionísio o esqueceu logo depois.
  • Nico mostrou ser um tipo solitário de pessoa, mas ele tem uma certa maneira de se comunicar com as pessoas. Ele foi o primeiro semideus em anos a notar a deusa Héstia e falar com ela, convenceu seu pai Hades a lutar na guerra dos Titãs quando ninguém mais poderia, e ele sozinho convenceu o Titã Bob a salvar Percy e Annabeth.
  • Nico e Reyna têm semelhanças:
    • Ambos falam fluentemente uma língua romana (italiano e espanhol, respectivamente);
    • Ambos têm uma tendência a guardar rancor (apesar de Nico ter evoluído muito em amenizar esse defeito);
    • Ambos já tiveram uma queda por Percy Jackson, mas superaram tal sentimento e estão em bons termos com o filho de Poseidon.
  • Nico e Leo têm semelhanças:
    • Ambos falam fluentemente uma língua romana (italiano e espanhol, respectivamente);
    • Ambos testemunharam a morte de suas mães na mão de uma divindade (Zeus e Gaia, respectivamente);
    • Eles têm deusas como madrastas (Perséfone e Afrodite, respectivamente);
    • Ambos tiveram uma experiência embaraçosa na Albânia;
    • Eles enfrentaram Licaón, embora em momentos diferentes;
    • Eles costumavam guardar rancor contra Percy (embora por razões muito diferentes);
    • Ambos se apaixonaram por pessoas muito atraentes que são demais para eles (Thalia e Percy, respectivamente);
    • Ambos acharam "muito legal" quando foram informados sobre serem semideuses;
    • Ambos fugiram de lugares que costumavam chamar de lar (Acampamento Meio-Sangue e vários lares adotivos, respectivamente);
  • Nico e Jason têm semelhanças:
    • Ambos têm irmãs mais velhas, que foram/são ambas caçadores de Ártemis;
    • Ambos estiveram no Acampamento Meio-Sangue e no Acampamento Júpiter;
    • Eles têm deusas como madrastas (Perséfone e Juno, respectivamente);
    • Ambos perderam a memória. Nico por ser mergulhado no Rio Lete e Jason por Juno ter roubado (embora a amnésia de Jason seja temporária, em A Casa de Hades ele parece estar se recuperando de sua amnésia, assim como Jápeto).
  • As mães de Nico e Hazel Levesque compartilham nomes próprios semelhantes: Marie Levesque e Maria di Angelo.
  • O aniversário de Nico está indeciso. Rick Riordan declarou em duas ocasiões diferentes sua data de nascimento: 28 de janeiro de 1924 e 16 de maio de 1924. No entanto, o ano seria muito distante do de Hazel, visto que em O Filho de Netuno, a garota afirmou que ele era apenas alguns anos mais jovem do que ela. Outra contradição vem em A Casa de Hades, onde Nico mencionou que tinha cerca de seis anos quando visitou pela primeira vez a residência particular de Diocleciano em 1938. Isso colocaria sua data de nascimento em torno do início dos anos 1930.
  • Na série, ele é descrito como tendo cabelos longos, pretos e desgrenhados, mas em seu retrato ele tem cabelo castanho curto. Além disso, ele parece ter olhos âmbar ao invés de marrom, e não tão pálido de pele.
  • Ele é o único filho dos Três Grandes a nunca ter ido em uma missão oficial em nenhuma das séries. Entretanto, Nico, Percy, e Thalia foram dados a tarefa de recuperar a espada então inacabada de Hades, e sucederam. Ele também ajudou os Sete Heróis do Olimpo a fechar as Portas da Morte e ajudou Reyna a trazer os Atena Partenos ao Acampamento Meio-Sangue para acabar com a iminente guerra civil.
  • Ao contrário de sua meia-irmã Hazel, os cavalos não gostam de Nico (como Porkpie, um amigo do Blackjack disse uma vez: "Ele cheira a gente morta").
    • A maioria dos animais não gosta de Nico devido a ele cheirar como a morte, e o sentimento é muitas vezes mútuo.
  • Nico fala fluentemente italiano, como ele é italiano por nascimento. (Note-se, no entanto, que ele teve sua memória limpada no Rio Lete. É possível, entretanto, que ele tenha lembrado do idioma em algum momento entre O Último Olimpiano e O Filho de Netuno).
  • Nico tem a capacidade de controlar fantasmas. No entanto Melinoe é a deusa dos fantasmas, não Hades.
  • Como confirmado em A Maldição do Titã, Nico é o único semideus conhecido que assistiu O Filme de Orientação do Acampamento Meio Sangue.
  • Como confirmado em O Último Olimpiano, Nico é o primeiro semideus em muitos anos conhecido por ter parado pra conversar com Héstia, que geralmente é ignorada quando visita o Acampamento Meio Sangue.
  • Como confirmado em O Filho de Netuno, Nico é o primeiro semideus grego conhecido desde a Primeira Guerra Civil entre Semideuses que soube sobre a existência de semideuses romanos e para visitar o Acampamento Júpiter.
  • Nico é o único senador conhecido no acampamento Júpiter que não era nem um Centurião nem um Pretor, servindo mais como o embaixador de Plutão.
  • Como confirmado em A Marca de Atena, Nico é o primeiro semideus conhecido a ter retornado do Tártaro vivo sozinho, mas mesmo como um filho de Hades, sua estadia no Tártaro deixou-o quebrado, irritadiço, e ainda mais excluído do que o habitual.
    • Percy especula, quando à beira da morte e vendo o Tártaro como realmente é, que Nico tinha visto dessa forma o tempo todo, e que até mesmo alguns momentos de ver isso era enlouquecedor. Ele se pergunta como Nico sobreviveu com sua sanidade. O próprio Nico afirmou que a experiência quase o deixou louco.
  • Como confirmado em A Casa de Hades, Nico é o único semideus conhecido do qual Leo, Frank e Jason têm medo.
  • Nico foi transformado em plantas duas vezes na série: em um dente-de-leão por Perséfone durante uma "discussão familiar" pouco antes de Os Arquivos do Semideus, e em uma planta de milho por Triptólemo em A Casa de Hades.
  • Como confirmado em A Casa de Hades, Nico, é o primeiro semideus LGBT confirmado (com Will Solace e Alex Fierro sendo confirmado mais tarde também, em O Oráculo Oculto e O Martelo de Thor, respectivamente), algo que ele tem tentado esconder anos. A única pista evidente está em A Maldição do Titã, quando ele pergunta a Percy se Annabeth é sua namorada. Jason acredita que o esconderijo de Nico disso tem a ver com Nico sendo da década de 1940, onde a homossexualidade não era aceita.
    • Assim, como em O Oráculo Oculto, Nico e Will são o primeiro casal gay na série.
  • Como confirmado em O Sangue do Olimpo, Nico é o único usuário de hipnocinese conhecido que não é um filho de Hipnos.
  • Hades uma vez deu Nico um motorista zumbi francês, Jules-Albert, para o seu aniversário.
  • Quando era pequeno (mesmo antes de se interessar por Mitomagia), Nico era obcecado por piratas.
  • Em A Maldição do Titã, Nico tem dez e Percy tem quatorze anos, há uma diferença de idade de quatro anos. Em O Oráculo Oculto, Nico tem quatorze anos e Percy tem dezessete anos, completando dezoito em agosto.

Também no Fandom

Wikia aleatória