FANDOM


Cronos foi o filho de Gaia e Urano, e o mais novo de todos os titãs, depois de destronar seu pai, Cronos passou a governar o universo, ate que foi destronado pelos olimpianos, e aprisionado no abismo do Tártaro. Ele é o principal antagonista da saga de livros Percy Jackson & Os Olimpianos, manipulando a maior parte dos principais eventos da saga. Seu nome romano é Saturno.

HistóriaEditar

Nascimento e A Queda de Urano Editar

Cronos nasceu a partir de Gaia, a terra, e Urano, o céu, sendo o mais novo dos titãs, Cronos sempre procurava qualquer oportunidade para se destacar e superar seus irmãos, ate que certo dia Gaia, cansada da tirania de Urano, forjou em segredo uma arma que poderia destruí-lo, e tentou convencer algum dos seus filhos e filhas titãs a se voltar contra o pai. A fome por poder de Cronos o fez aceitar a oferta, e então, liderando seus irmãos Hipérion, Japeto, Crios e Coios, os cinco titãs derrubaram o pai celestial e o despedaçaram, no entanto, antes de ser destruído, Urano amaldiçoou Cronos, afirmando que no futuro, o rei titã também seria destronado pelos próprios filhos.

A Era de Ouro Editar

Cronos havia se tornado o novo soberano do universo, logo após assassinar seu pai Urano, ele também deu a cada um dos 4 irmãos que o ajudaram, o domínio sobre os quatro cantos do mundo, e libertou seus irmãos Ciclopes e Hecatonquiros, que haviam sido aprisionados anteriormente nas profundezas do Tártaro. Eventualmente, Cronos se casou com sua irmã Reia, e logo tiveram uma filha, chamada de Hestia. No entanto, após perceber o potencial perigoso que a pequena garotinha possuía, e o fato da maldição de Urano ainda assombrar a mente do rei titã, Cronos devorou sua filha inteira, isso se repetiu com quase todos os filhos posteriores. Cronos também havia aprisionado novamente os ciclopes e Hecatonquiros no Tártaro, pois não os via como nada mais além de abominações inúteis.

Envenenamento Editar

Mesmo após devorar cinco de seus filhos, Cronos ainda era assombrado pela maldição de Urano e estava profundamente cansado, aproveitando essa oportunidade, Reia e seu filho Zeus, a criança que Cronos não havia conseguido devorar, se infiltraram no palácio no disfarce de copeiros. Após ganharem a confiança de Cronos, Zeus aproveitou a oportunidade para envenena-lo, fazendo com que vomitasse seus irmãos e irmãs, que acabaram todos fugindo das garras de Cronos.

TitanomaquiaEditar

Cronos liderou os titãs em uma longa guerra contra os olimpianos, e seus irmãos ciclopes e hecatonquiros, que haviam sido libertados mais uma vez do Tártaro por Zeus. A guerra durou 10 anos, e foi terminada quando os olimpianos lançaram um ataque surpresa ao Monte Otris, a base dos titãs, destruindo completamente o palácio de Cronos. Cronos, derrotado, foi cortado em pedaços pela sua própria foice, que logo após também foi destruída, e jogado no Tártaro, junto com todos os outros titãs que o apoiaram.

Fuga para a Tessália e a Fundação da SatúrniaEditar

Por volta de 600 A.C,ele assumiu a forma romana de Saturno.Ele escapou do Tártaro e fundou,na Tessália,uma cidade chamada Satúrnia.Ele reinou sobre homens que descendiam das dríades,até ser destronado por eles.

Percy Jackson & os Olimpianos Editar

O Ladrão de Raios Editar

A partir do Tártaro, Cronos estava se infiltrando na mente de jovens semideuses, tentando convence-los a se opor aos olimpianos e se juntar a ele, Cronos conseguiu finalmente manipular a mente do semideus Luke Castellan, filho de Hermes, que havia começado a desprezar os olimpianos depois que o seu pai o "abandonou" com a sua mãe mentalmente instável. Cronos convenceu Luke a roubar o Raio-Mestre de Zeus, e o Elmo das Trevas de Hades, que acabaria causando uma guerra civil entre os deuses, pois ambos Zeus e Hades culpariam Poseidon.

Luke conseguiu roubar com sucesso o raio e o elmo, no entanto foi pego por Ares. Cronos salvou a vida de Luke, manipulando o deus da guerra através do semideus, o convencendo de que se tudo ocorresse de acordo com o plano, uma grande guerra aconteceria, isso convenceu Ares, que permitiu que Luke fugisse, mas manteve as armas consigo mesmo. De volta ao acampamento, Cronos puniu Luke por seu fracasso, enviando pesadelos terríveis a mente do semideuses para tortura-lo, quando Luke prometeu que nunca mais falharia de novo, Cronos o informou que em breve, um semideus chegaria ao acampamento, e esse mesmo semideus seria enviado em uma missão, Cronos deu a Luke a ideia de usa-lo para levar o raio-mestre e o elmo das trevas ate o Tártaro. Esse semideus era Percy Jackson, quem acabou frustando os planos do titã e devolvendo as duas armas divinas para os seus respectivos donos.

Dessa vez, Cronos forçou Luke a abandonar o acampamento, no entanto, antes de sair, Luke entregou a Percy um 'presente do Tártaro", um escorpião venenoso das profundezas, que por pouco não matou o filho de Poseidon.

O Mar de Monstros Editar

Ainda no Tártaro, Cronos forçou Luke a envenenar a arvore de Thalia, enfraquecendo a barreira que protegia o acampamento, permitindo que monstros invadissem o local. Isso forçou os campistas a irem procurar pelo único objeto que poderia curar a arvore e restaurar a barreira de proteção, o Velocino de Ouro, ironicamente, Luke também estava atrás desse artefato mistico, já que com ele, a recuperação de Cronos de volta para a sua forma completa seria acelerada.

Luke acabou fracassando ao tentar pegar o velocino, no entanto isso não atrapalhou os planos de Cronos, já que ele também planejava o retorno da própria Thalia Grace, filha de Zeus, para que ele pudesse manipula-la e coloca-la contra os Olimpianos.

A Maldição do Titã Editar

É revelado que o motivo pelo qual Cronos queria que Thalia voltasse a vida, era para que ela se tornar-se a semideusa da Grande Profecia, destinada a destruir o Olimpo através do sacrifício do Ofiotauro. Luke também revela o plano de Cronos para destruir o acampamento meio-sangue, e eventualmente, invadir o próprio Olimpo, enviando seus exércitos pelo labirinto de Dédalo, para que eles possam encontrar uma maneira de penetrar no acampamento.

Apesar do próprio rei titã não aparecer diretamente, ele manipula o céu a partir do Tártaro, e lança um raio contra Thalia, tentando convence-la de que Zeus, seu próprio pai, esta tentando mata-la. Logo após isso, durante a luta contra o titã Atlas no Monte Otris, dois Telquines são vistos carregando o sarcófago de Cronos para dentro do palácio.

A Batalha do Labirinto Editar

A foice de Cronos esta sendo reforjada no Monte Santa Helena, Percy a descreve como a arma mais terrível que ele já viu.

Percy acaba se infiltrando dentro do Monte Otris, enquanto explorava o labirinto, e acaba presenciando um ritual secreto, no qual Luke oferece seu próprio corpo, para ser utilizado como hospedeiro de Cronos. Agora possuindo o corpo do filho de Hermes, Cronos quase mata Percy Jackson, no entanto, com a ajuda de Rachel Dare, Annabeth Chase e Nico di Angelo, todos os quatro conseguem fugir.

O Ultimo Olimpiano Editar

Ainda utilizando o corpo de Luke como hospedeiro, Cronos planeja uma invasão em larga escala a Manhattan pelo mar, no entanto, Percy Jackson e Charles Benckford conseguem se infiltrar no navio Princesa Andromeda e, através do sacrifício de Benckford, os dois semideuses conseguem explodir o navio, frustando a primeira tentativa de invasão.

Cronos se aproveita do fato da maior parte dos olimpianos estar lutando contra o monstro Tifão, e envia seu irmão Oceano para combater Poseidon, e impedi-lo de se por em seu caminho, com o Olimpo praticamente desprotegido, Cronos lidera uma ofensiva por terra contra o Olimpo, no entanto, mais uma vez os semideuses frustam seus planos: O Acampamento Meio-Sangue protege o palácio dos deuses, enquanto o Acampamento Júpiter ataca o Monte Otris, e o próprio Hades, junto com Persefone e Demeter, liderando uma legião de mortos-vivos para combater o titã. Apesar de chegar perto de destruir o Olimpo, os esforços de dos semideuses, e principalmente a força de vontade de Luke para se sacrificar, são o suficiente para destruir o titã e garantir que ele nunca mais retorne.

Os Heróis do Olimpo Editar

O Filho de Netuno Editar

Enquanto fala com um Percy com amnésia, Nico menciona o retorno de Cronos, no entanto na ocasião ele é referenciado por seu nome romano, Saturno. Nico conta a Percy sobre a invasão do Acampamento Júpiter ao Monte Otris, e como o trono negro de Saturno foi destruído.

A Casa de Hades Editar

Enquanto estão no Tártaro, Percy e Annabeth ouvem dois titãs comentando sobre a impossibilidade de Cronos voltar, já que seu corpo foi obliterado, sendo incapaz de se reformar novamente.

Personalidade Editar

Cronos é extremamente cruel, astuto e possui uma insaciável sede por poder, sempre querendo se mostrar como superior a todos os outros, ate mesmo aos outros titãs, isso o motivou a assassinar seu pai Urano, e assumir o controle do universo. Cronos era também reconhecido por ser trapaceiro, lhe rendendo o apelido de "O trapaceiro".

Como o Senhor do Tempo, Cronos adorava o fato de ser imortal, mostrando um certo desprezo, e ate mesmo prazer sádico de torturar todas as formas de vida mortais, não importando se eram plantas ou animais, Cronos acelerava o tempo para que todas as vidas mortais se acabassem em um piscar de olhos.

Cronos compartilha algumas características com seus filhos e filhas olimpianos:

  • Como Hades, Cronos era temido por todos os seus parentes e familiares.Elas compartilham a mesma antipatia cruel para todos aqueles que lhes fizeram algum mal no passado, embora Hades ainda seja menos malévolo do que seu pai.
  • Como Poseidon, o humor de Cronos se altera constantemente, como o próprio Percy descreveu "Você nunca sabia se ele iria te contar uma piada, ou te dar um soco."
  • Como Zeus, Cronos é o mais novo, e possivelmente o mais poderoso de todos os titãs, reinando sobre todos eles. Ambos também compartilham uma sede por poder.
  • Como Hestia, Cronos também não tinha vontade de se casar.
  • Como Demeter, Cronos também estava associado a agricultura.
  • Como Hera, Cronos possui um temperamento infame e explosivo.

Aparência Editar

Cronos é descrito como tendo olhos dourados como ouro, cabelos negros e curtos e uma barba pontuda. Ele é descrito por ter herdado "o sorrido frio e cruel" de Gaia, e a crueldade de Urano. A voz de Cronos, dentro do corpo de Luke Castellan, é descrita como sendo "não natural, fria e poderosa, como uma faca raspando contra a pedra".

Poderes Editar

Como um filho de Gaia e Urano, e o rei titã do Monte Otris e pai dos seis olimpianos mais velhos, Cronos é o titã mais poderoso de todos, tão poderoso que ate mesmo o próprio tempo responde a sua vontade.

  • Experiência em combate: Cronos é extremamente habilidoso no combate de mãos ou com armas. Ele é tão forte, que ate mesmo Percy Jackson, usando a maldição de Aquiles, comparou lutar com Cronos com "lutar com uma centena de espadachins". Vale lembrar que durante a maior parte da série, a verdadeira força de Cronos é limitada, já que seu espirito esta habitando um corpo mortal.
  • Foice: A arma principal de Cronos, e também a mais poderosa que qualquer titã pode possuir. A foice pode eviscerar outros titãs, deuses, semideuses, e ate mesmo entidades primordiais como Urano ou Gaia.
  • Manipulação do tempo: Cronos é um dos poucos seres da série a demonstrar um domínio quase perfeito sobre o tempo, sendo capaz de desacelerar o tempo ao redor de toda a ilha de Manhattan, ou quando estiver em poder máximo, acelerar tanto ao ponto de que vidas mortais se acabam em alguns instantes.
  • Manipulação de Mente: Cronos já mostrou ter a capacidade de entrar na mente de semideuses, quando eles estão dormindo, e criar pesadelos terríveis. Em alguns casos, Cronos é capaz de fazer isso ate mesmo com deuses, um exemplo é quando ele manipulou Ares.
  • Eletrocinese: Embora mais limitada do que seu filho Zeus, Cronos também tem a capacidade de manipular a eletricidade e lançar raios.
  • Energia Titânica: Como os outros titãs, Cronos tem a habilidade de lançar uma onda de força invisível a partir de seu corpo, capaz de atirar seus inimigos e objetos a metros de distância.
  • Forma divina: A forma divina de um titã é bem mais poderosa e "primitiva" do que a dos deuses, capaz de literalmente queimar qualquer ser menor do que um deus, com a sua simples presença.
  • Manipulação: Cronos é um mestre da manipulação, geralmente fazendo com que outros façam o que ele deseja, de uma forma ou de outra. Cronos foi capaz de convencer seus irmãos titãs a o ajudarem a assassinar Urano (a unica exceção sendo Oceano), apesar de ser o mais jovem de todos eles. Mesmo aprisionado nas profundezas do Tártaro, Cronos foi capaz de penetrar na mente de diversos mortais, semideuses e ate mesmo deuses, e convence-los a se voltarem contra os olimpianos. Por causa de sua natureza manipuladora e trapaceira, ele é muitas vezes chamado de "O trapaceiro".

Curiosidades Editar

  • De acordo com Poseidon, Cronos vem tentando manipular os mortais a séculos, antes mesmo de Luke.
  • Cronos tem um ódio bem forte contra seu filho Poseidon, a quem ele descreve como sendo "muito imprevisível"
  • Cronos também é apelidado de "Rei Canibal", devido ao fato de ter devorado 5 de suas crianças.
  • A palavra "Soturno", vem do nome romano de Cronos, Saturno.